ANÁLISE DE TRILHAS SONORAS – HIGURASHI NO NAKU KORO NI (ATENÇÃO!+18)

RESENHA MORTÍFERA!

Higurashi No Naku Koro Ni

1974671_628420987213612_446346230_n

-Autor: Ryukishi07.

-Diretor: Chiaki Kon.

-Editora Original: Square Enix e Kadokawa Shoten.

-Editora Brasileira: Não tem.

-Estúdio: Estúdio Deen.

-Exibição Original: 4 de Abril de 2006 – 26 de Setembro de 2006.

-Exibição Brasileira: Não exibido no Brasil.

-Emissora Original: Chiba Tv, Tokai Tv, Kansai Tv.

-Emissora Brasileira: Não tem.

-Temporadas: 2 Temporadas mais 10 OVAs e 2 Live Actions.

-Arcos Abordados: 1ª Temporada.

-Episódios: 26.

-Duração: 24 Minutos.

-Gênero: Terror, Suspense, Sobrenatural, Vida Escolar.

-Público Alvo: Seinen.

higurashi644

 

É tudo em prol da… violência?

Higurashi No Naku Koro Ni, um anime que conta com seus respeitáveis arcos repetitivos de sangue, mortes violentas, cenas que misturam moe com tortura e talvez alguns parasitinhas. De fato, o que há de mais atraente em Higurashi No Naku Koro ni é a violência e a loucura expostas em seus momentos de clímax, enquanto a abertura cria uma ambientação bem obscura fazendo valer todo o contexto do anime.

higurashi_no_naku_koro_ni_kai-1312

 

Matar e arrancar as tripas de uma criança? No problem!

A trilha sonora de Higurashi No Naku Koro Ni é bem obscura em seus ápices, combina muito do seu peso com o peso visual da animação, sim é muita “violença” insana. A abertura contrasta alguns momentos mais suaves com outros mais escuros, a real carga emocional é centrada na música, ela é o principal artifício que compensa todo o sentido verdadeiro fundamentado no decorrer da abertura.

higurashi105

 

Higurashi No Naku koro Ni é a priori uma animação que costuma alternar muito o peso visual de suas cenas, passando da suavidade e claridade para o seu lado sombrio. O real “brilho” de Higurashi é o seu gore, é ver todos aqueles personagens torturando e matando uns aos outros, é a loucura em esfaquear, crucificar, desmembrar, arrancar. Higurashi é morrer e voltar para matar, claramente realçando as cenas com sua trilha sonora.

higurashi509

Quando o assunto é trilhas sonoras, Higurashi faz bem seu trabalho e com espaço de sobra para dizer que as músicas aumentam muito a tensão. O encerramento e a abertura cumprem muito bem seu propósito, apesar de que a abertura acaba por depender mais de sua música do que o seu peso visual, com isso a abertura não aproveita todo o conjunto possível que agregaria pontos positivos em sua construção.

Sem título

 

Obrigado por acessar o RM e até a próxima resenha!

Opening (Abertura): Expansion (Versão Anime) – 07/07Th:

-Ending (Encerramento): Why, or Why Not (Versão Anime) – Katakiri Rikka:

Carlos Akihito Oyama / CROW
19 de março de 2014, SP, São Paulo

 

Equipe da publicação:

Autoria: Carlos Akihito Oyama.
Direção: Lucas M. Rodrigues.
Edição: Jeferson Capizani.
Revisão:Lucas Moraes Rodrigues.
Tradução: Julio I. Arrivabene.
Roteiro: Lucas M. Rodrigues
Diagramação: Jeferson Capizani.
Redação: Lucas M. Rodrigues e Jeferson Capizani.
Produção: Carlos Akihito Oyama.
Publicidade: Jefferson Santos.
Colaboração: Julio I. Arrivabene.

Leave a Reply