Resenha A Viagem de Chihiro Wallpaper EDITADO I

Resenha RM#4 – A Viagem de Chihiro!

RESENHA MORTIFERA!

A VIAGEM DE CHIHIRO!

(Sem To Chihiro No Kamikakushi– Filme) 

Resenha A Viagem de Chihiro Wallpaper  EDITADO II

FICHA TÉCNICA DA SÉRIE: -Autor:Hayo Miyazaki. -Diretor: Hayo Miyazaki. -Editora Original:SEM. -Editora Brasileira: SEM. -Estúdio: Ghibli. -Exibição Original: 20 de Julho de 2001. -Exibição Brasileira: 2002. -Emissora Original: SEM. -Emissora Brasileira: SEM. -Duração: 124 Minutos. -Gênero: Aventura, Fantasia. -Público Alvo: Todos

 

Resenha A Viagem de Chihiro Wallpaper EDITADO I

 A Viagem de Chihiro

 E a vida como ela é

E aí cambada, beleza? Aqui é o Lucas, de boa na lagoa? Hoje vou trazer mais uma review pra vocês jovens! Semana passada vimos o sonolento Ragnarok The Animation, e agora? O que vamos ter no RM? FIQUEM JOVENS, COM A REVIEW DE UM DOS MAIORES FILMES ANIMADOS DE TODOS OS TEMPOS! A VIAGEM DE CHIHIRO!!!

 

Resenha A Viagem de Chihiro IX EDITADO Um dos filmes ganhadores do Urso de Ouro de 2002, vencedor do Oscar de 2003, uma das obras primas do Estúdio Ghibli, do mestre Hayao Miyazaki. O que podemos esperar de A Viagem de Chihiro? Como foram os seus primeiros dias escola? Como foram os seus primeiros meses de trabalho? A Viagem de Chihiro é um filme animado que mexe exatamente com isso: A maturidade, mas podemos dizer que é um filme de criança? Ou é só pra gente adulta? Ou melhor ainda, o que é o filme? Resenha A Viagem de Chihiro II EDITADO Resenha A Viagem de Chihiro XI EDITADO Começamos com Chihiro, uma garota de mais ou menos 10 anos que acabou de se mudar com seus pais, não gostando nada disso. No meio do caminho, se perdem e encontram um estranho túnel. Passando por ele, Chihiro se distancia de seus pais, e quando pega o caminho de volta descobre uma coisa terrível: Aquele não era mais o mundo humano. O Enredo é esse, e tudo o que acontece depois  parte da busca de Chihiro para salvar os pais, e escapar daquele mundo estranho, cheio de criaturas gosmentas, sapos falantes e outras bizarrices, sendo simples e ao mesmo tempo interessante. O grande trunfo de A Viagem de Chihiro é o desenvolvimento dos personagens e as temáticas fodásticas que ele tem. O filme em si trabalha muito com simbolismos, muitos significados e principalmente, destaca uma das coisas mais fodas: A maturidade das pessoas na vida. A Narrativa é muito boa diga-se de passagem, é um longa metragem que consegue certinho separar cada coisa ao seu tempo, com raríssimos ou nenhum momento de estranheza. Resenha A Viagem de Chihiro XII EDITADO Resenha A Viagem de Chihiro X EDITADO   Os personagens do filme são muito bons, todos eles representando algum sentido de vivência, como a salvação, a ganância, a falta de personalidade e afins,  e Chihiro a protagonista é de longe, a que mais evolui durante toda a animação. Outro grande personagem que merece destaque é o Sem Rosto. Ele é um personagem misterioso, que personifica em si mesmo praticamente tudo o que o filme se propõe. É sem forma, sem rosto, sem nome e sem personalidade, e em A Viagem de Chihiro  se você não tem um nome você deixa de existir, deixar de ser você mesmo. Existe uma possibilidade, uma teoria brisada minha que talvez faça algum sentido, lá vai. O Sem Rosto assistiu a evolução de Chihiro desde o começo, e viu o amadurecimento dela. Eu achei que ele tenha ficado putamente invejoso já que ele mesmo era incapaz de passar por isso por ser tão vazio. Esta é a razão para torná-lo um dos principais antagonistas, e esta é motivação dele pra tentar quase (sim, quase…) matar os outros personagens. O Sem Rosto representa a amargura na Viagem de Chihiro, e tudo o que causou e as conseqüências disso. Resenha A Viagem de Chihiro I EDITADO O filme quer passar uma mensagem, a idéia de que você precisa sair da sua zona de conforto pra crescer, e todo o contexto é baseado numa fantasia que é qualquer coisa, menos bonitinha. Na verdade, tem coisa nojenta bagarai…e com muito simbolismo, construindo um estilo muito particular pro filme. Resenha A Viagem de Chihiro V EDITADO O legal de A Viagem de Chihiro é que sua aventura é acessível a qualquer pessoa. Crianças, adultos, adolescentes, sejam ômis ou muiés, o filme Miyzaki funciona pra todo mundo, e se você for mais crítico, vai perceber muito mais do que bichos feios, uma garotinha magrecela, uma velhota nariguda, um fantasma com máscara e um dragão. Resenha A Viagem de Chihiro XIII EDITADO Os efeitos de animação, visuais e tudo mais são muito bons, muito bonitos, e pra um filme de 2001 é simplesmente encantador. É tudo muito natural, muito fluido, e não existem trancos ou coisas escrotas na animação. O traço é muito simples, mas mesmo assim é fácil identificar os personagens só de bater os olhos neles. A Trilha Sonora também é bem legal, e tem um ritmo muito com que combina muito bem com os momento em que acontece. Prévia A Viagem de Chihiro V EDITADO Eu recomendo bastante A Viagem de Chihiro, é um filme que você pode não achar o melhor do mundo, mas com certeza não vai se cansar de jeito nenhum. Serve para qualquer pessoa, é pesado e complexo pra quem enxerga, é divertido e impactante pra quem não curte muito simbolismo, e ele abre, desenvolve e fecha muito bem todo um ciclo de amadurecimento, de traumas, de superações que todos nós passamos um dia!

-Música Tema : Itsumo Nando Demo (Versão Full) – Joe Hisaishi: 

 

Assinatura de Autoria/ Alcunha: Lucas M. Rodrigues/LMR. 23 de Janeiro de 2014, São Paulo, SP. Equipe da Publicação: Autoria: Lucas M. Rodrigues. Direção: Lucas M. Rodrigues. Edição: Jefferson Capizani. Revisão: Carlos A. Oyama. Tradução: Julio I. Arrivabene. Roteiro: Lucas M. Rodrigues Diagramação: Jefferson Capizani. Redação: Lucas M. Rodrigues e Jefferson Capizani. Produção: Lucas M. Rodrigues, Carlos A. Oyama e Jefferson Capizani. Publicidade: Daniela Duarte. Colaboração: Julio I. Arrivabene.

Leave a Reply