Resenha Ao No Exorcist IV editado

Análise de Trilhas Sonoras – Ao No Exorcist

RESENHA MORTÍFERA!

AO NO EXORCIST

aonoexorcist

FICHA TÉCNICA DA SÉRIE:

-Autor: Kazue Kato
-Diretor: Tensai Okamura
-Editora original: Shueisha
-Editora brasileira: JBC
-Estúdio: A-1 Pictures
-Exibição original: 17 de abril de 2011 – 2 de outubro de 2011
-Exibição brasileira: Não Disponível
-Emissora original: MBS, TBS
-Emissora Brasileira: Não Disponível
-Temporadas: Uma temporada
-Arcos: Filho de Satan e colégio Vera Cruz
-Episódios: 25
-Duração: 24 minutos

Ao-no-Exorcist-13

 

UMA ABORDAGEM MUSICAL DE MESTRE

Ao No Exorcist ou mais conhecido internacionalmente como Blue Exorcist, é um anime padrão shounen de ação, a sua trilha sonora é extensa e conta com músicas de abordagem sinfônica, eletrônica e algo mais pop. No geral essas músicas contam com um peso maior emocional mas, mesmo as músicas mais descontraídas, aquelas que você jovem leitor costuma ouvir nas cenas mais cômicas, são bem colocadas e compensam os momentos de clímax.

 

Saindo um pouco dessa roupagem generalista extreme não específica², agora você jovem leitor vai ter uma bela surpresa, eu vou tentar trazer em uma única resenha, um apanhado sobre todos os encerramentos e aberturas deste anime, vai ser igual um omelete bem misturado.

Ao no exorcist satã
Você nunca mais será o mesmo depois de ouvir os delírios de Satã.

 

 

Para começar a proclamar algumas palavras sobre as aberturas e encerramentos, antes é necessário avaliar as cores que compoem ambos, em Ao No Exorcist há uma variedade predominante de cores mais escuras e frias, estas cores ajudam no geral a dar mais peso às imagens e no conceito sintetizado pela melodia, claro, caso contrário seria um shoujo, hehe. A sincronicidade entre música e animação nas aberturas é boa, as letras são emotivas e constroem um conceito de ação e agressividade, os encerramentos também possuem sincronia e contam com letras mais idealistas daquelas que possuem um contexto mais pop, com uma agressividade bem menor quando comparados com as aberturas.

ao_no_exorcist-15-rin-blue_flames-sword-fight
Uma das práticas mais comuns em Ao no Exorcist é o uso de cores escuras e o azul.

As bandas e músicos que compoem o repertório das aberturas e encerramentos de Ao No Exorcist são Uverworld e ROOKIEZ is PUNK’D (aberturas), e por fim 2PM e Meisa Kuroki (encerramentos). As bandas que tocam as aberturas de Ao No Exorcist possuem uma abordagem mais centrada ao rock, (ozzyeah!) um estilo mais agressivo e que acentua a ação do anime, enquanto a banda sul-coreana 2PM e a cantora Meisa Kuroki possuem um estilo predominantemente pop.

Blue Exorcist soundtrack
Isso é trilhas sonoras!

Ao No Exorcist possui um bom repertório de músicas, elas acentuam bem os momentos de drama e ação, realizam o que simplesmente a animação e os dubladores não conseguiriam realizar sozinhos, isso é uma boa característica deste anime. Tudo isso mostra que investir naquela música de fundo pode trazer bons resultados no clímax aliado ao enredo, claro, imaginem um anime com trilha sonora de pagode, mais bizarro do que isso é impossíbru.

Obrigado por acompanhar o RM e até a próxima resenha!

blue_exorcist

 

-1ª Opening (Abertura): Core Pride (Versão Anime) – UVERWorld:

-2ª Opening (Abertura): In My World (Versão Anime) – ROOKiEZ is PUNK’D:

-1ª Ending (Encerramento): Take Off (Versão Anime) – 2PM:

-2ª Ending (Encerramento): Wired Life (Versão Full) – Meisa Kuroki:

 

Carlos Akihito Oyama / CROW
5 de fevereiro de 2014, SP, São Paulo

 

Equipe da publicação:

Autoria: Carlos Akihito Oyama..
Direção: Lucas M. Rodrigues.
Edição: Jeferson Capizani.
Revisão:Lucas Moraes Rodrigues.
Tradução: Julio I. Arrivabene.
Roteiro: Lucas M. Rodrigues
Diagramação: Jeferson Capizani.
Redação: Lucas M. Rodrigues e Jeferson Capizani.
Produção: Carlos Akihito Oyama.
Publicidade: Jefferson Santos.
Colaboração: Julio I. Arrivabene.

 

Leave a Reply